• Miriam Olivia

2ª Edição do Evento Law Experience, dessa vez sob o tema “Jurisdição Constitucional e Direitos Funda


Ontem, dia 19 de abril de 2021, realizamos a 2ª Edição do Evento Law Experience, dessa vez sob o tema “Jurisdição Constitucional e Direitos Fundamentais”


O evento é organizado dentro da disciplina que eu ministro de Oficina de Pesquisa Científica na FAE Centro Universitário e, nela os alunos aprendem a organizar um evento desde o planejamento até a publicação de uma coletânea, sempre sob a minha supervisão! É um evento incrível que vem se superando a cada ano!

Ontem contei com a excelente organização dos alunos: Ana Laura Almeida De Moura, Ana Laura Fonseca Franke, Enrico Cattoni Poffo, Gabriela Heller Ramos, Giovanna Baggio Flores, Isadora Serpe Motta, Júlia Piazera, Maria Eduarda Penha De Almeida e Rafaela Cardoso De Brito







Tivemos duas palestras incríveis: com o Professor Dalton Borba e com a Professora Luciana Ferreira de Mello, ambas foram excelentes!








As apresentações de trabalho foram ímpares! Tivemos alunos da FAE, da Unifacear, da UFSC, da PUCPR e tantos outros! Foi uma honra ver alunos desde o primeiro período da graduação até e pesquisadores de doutorado prestigiarem o evento!



Um agradecimento especial a Camila Marques, Eduardo Schame, Ariê Ferneda, Daniel Castanha, João Godri, ao meu orientando Vinícius Quarelli e a maravilhosa esplêndida Júlia Gitirana que prestigiaram e participaram do evento!


Agradeço aos coordenadores Karlo Vettorazzi e Gilberto Andreassa por sempre apoiarem essas ideias e transformarem em um legado!


Em breve teremos o edital para publicação na Coletânea de Artigos que os próprios alunos irão organizar!

 

Compartilho os títulos dos trabalhos que foram apresentados:


· “JUDICIALIZAÇÃO DAS POLÍTICASPÚBLICAS DE SAÚDE DURANTE A PANDEMIA NO BRASIL” de Ana Laura Franke e Ana Laura Moura


· “JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL E O PAPEL DO STF EM TEMPOS DE PANDEMIA” de Udo Guilherme Lutz


· “A INTEGRAÇÃO ENTRE A JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL BRASILEIRA E A COLOMBIANA: O CASO DO ESTADO DE COISAS INCONSTITUCIONAL” de Daniel Freitas e João Paulo Godri


· “A HOMOFOBIA SOB A ÓTICA DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL BRASILEIRA” de Enrico Poffo


· “O TRÁFICO INTERNACIONAL DE PESSOAS E A SUA INFLUENCIA NO CONTEXTO MUNDIAL” de Gabriela Heller e Julia Piazera


· “DIREITO DA PERSONALIDADE E PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA: REFLEXÕES SOBRE O MORRER DURANTE A PANDEMIA COVID-19” de Karina Silveirae Thabata Nicolau


· “FEMTECHS: UM MUNDO VIRTUAL NADA COR-DE-ROSA” de Gabrielle Canalli


· “DIREITO FUNDAMENTAL À EDUCAÇÃO BÁSICA OBRIGATÓRIA E DIGITAL: A CONTRIBUIÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PARA A PROMOÇÃO DE IGUALDADE MATERIAL” de Anna Victória de Lima, JefersonSantos e Daniel Freitas


· “A DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR A PARTIR DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO: A CONCRETIZAÇÃO DO DIREITO FUNDAMENTAL À EDUCAÇÃO SUPERIOR” de Danielle Uessler e DanielFreitas


· “TRAÇOS COMPARATIVOS ENTRE A PACHAMAMANA CULTURA ANDINA E O CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO: EM BUSCA DE UMA VISÃO DESCOLONIAL E BIOCÊNTRICA” de Karoline dos Santos, EduardoBarbosa e Camila Marques


· “COVID-19 (CORONAVÍRUS ) E A AMEAÇA DO CONSTITUCIONALISMO ABUSIVO” de Ariê Ferneda


· “SOBRE A FUNDAMENTAÇÃO DAS DECISÕESJUDICIAIS ENQUANTO DIREITOFUNDAMENTAL A PARTIR DA CRÍTICA HERMENÊUTICA DO DIREITO” de Vinícius Quarelli e Miriam Olivia Knopik Ferraz


· “O TRATAMENTO CONSTITUCIONAL DO DIREITOAO VOTO AO LONGO DOS TEMPOS: DE 1824 A 1988” de Clayton da Costa, Eduardo Barbosa e Camila Marques


· “UMA ANÁLISE DA ADI 4893 E SEUS REFLEXOS: QUANDO O CONTROLEDE CONSTITUCIONALIDADE ENCONTRA O DIREITO ANIMAL” de Ariê Fernedae Katherine Marcopoulos


· “A UNIÃO CIVIL DE PESSOAS DO MESMO SEXO E O PRINCÍPIODA BUSCA PELA FELICIDADE: A POPULAÇÃO LGBTQ+ EM FOCO” de Paola Carolina Gelasco, Eduardo Barbosa e Camila Marques


· “DA PASSARELA DE RATOS AO DESFILE DE JACARÉS: O BRASIL 2021 À MODA 1904 E O ANTAGONISMO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS” de Isadora Motta e Matheus Landuche

· “A PRÁTICA DA VAQUEJADA SOB A ÓTICA DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL BRASILEIRA” de Giovanna Baggio e Maria Eduarda Penha


· “A CENSURA ECLESIÁSTICA COMO RECURSO RESTRITIVO À CRIAÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL: DIAGNÓSTICO DO CASO “ESPECIAL DE NATAL PORTA DOS FUNDOS – A PRIMEIRA TENTAÇÃO DE CRISTO” de Isadora Motta


Comitê de avaliadores:

Profa. Júlia Heliodoro Souza Gitirana, Prof. Karlo Messa Vettorazzi, Profa. Luziana Ferreira de Melo, Profa. Miriam Olivia Knopik Ferraz, Profa. Thais Savedra de Andrade.




11 visualizações0 comentário